15 de fevereiro de 2011

pequeno coração #1

inventado.

São duas e meia da manhã, estou farta de gritar e de chorar. Faz hoje 8 anos que os meus pais, se separaram e desde tal dia que a minha vida mudou completamente. Tenho 15 anos e descontrolei completamente a minha vida.
(...)
 Lembro-me remotamente daquele momento fatal na nossa vida, em que parece que tudo vai desabar.
Como está tudo bem e de repente fica tudo mal. O meu pai tinha dito que depois do jantar íamos tratar de uma coisa importante. Na altura, era uma criança e o mundo para mim era uma coisa perfeita. Quando o meu pai referiu uma coisa importante, pensei logo no último modelo daquela boneca que adorava ou até naquela cassete da série das princesas. Mas o nervosismo que se sentia nas palavras do meu pai não era normal, mas achei que fazia tudo parte da surpresa.
Quando cheguei à sala, estava o meu pai, o meu irmão, a minha irmã e a minha mãe sentados em dois sofás separados, como que algo os separasse. Uma força poderosa e inquebrável, mas invisível. Naquela altura toda eu tremia, tinha medo, nunca o ambiente tinha estado tão tenso. Mas mais uma vez, era tudo por causa da surpresa, óbvio que os meus pais tinham de ficar sérios, e os meus irmãos para parecer mais verdadeiro, alinharam também.
Finalmente ia ter a minha prenda!
- Joaninha, senta aqui ao pé da mãe.
De repente o meu pai levantou-se e pôs-se de cócoras, junto do sofá onde a minha mãe, eu (ao colo dela) e a minha irmã Rita estávamos sentadas, e começou a falar:
- Minha querida, o papá e a mamã, já não gostam um do outro.
O meu mundo desabou. Então, não existe o para sempre ? Votos de felicidade e tudo mais, mas afinal tudo tem um fim.
Preferia ter recebido aquela  prenda que tanto, desejava. Que isto tivesse sido apenas um teatro, tudo por causa da surpresa.
(...)
Sentia toda a pressão, em cima de mim. Os meus pais saíram da sala cada um para o seu lado. O meu pai estava a fumar, sentia-se o cheiro. A minha mãe estava no quarto.
Os meus irmãos, saíram foram saír com os amigos.
Estava em negação, comigo própria.
Fugi, para o meu quarto, era o único sítio onde me sentia bem.
Fechei a porta.
continua.



35 comentários:

Catarina disse...

Adorei a historia. É um começo triste, que ninguem gostaria de passar mas, gostei da tua escrita. continua*

Catarina disse...

n tens de que. so disse a vdd

Marz (; disse...

Eu adoro a tua história xann +.+
JF & B
SA & VK & B

Marz (; disse...

Pois não xD
Não cabe nada naquela cabeça oca -.-
E trata-me pelo nome rapariga xD

Marz (; disse...

ehehe que piadinha que a dona lili tem xD

ya é quell base furira xD

Marz (; disse...

naa , isso é txunga o: o:

ac disse...

gostei muito de como descreves os sentimentos , espero que continues , quero seguir linda *

ac disse...

aposto que vais querida :D
tu gostas muito do B. não gostas ? *-*

ac disse...

Bruno Mars *-*
eu é que tenho o vicio de o chamar por B. :b

sofia disse...

adorei *-*
é mesmo , e eu estou completa :')

joana disse...

que lindoo :o parabéns, espero ver a continuação :)

Tânia disse...

apesar de um começo assim, tens jeito nas tuas palavras.
Continua, tens talento querida.
Sigo*

Carla disse...

ri-me tanto. :D

ac disse...

oh pah , eu amo muito o meu namorado , mas acho que contraio uma espécie de vírus com o nome de Peter Hernandez :$

ac disse...

um amigo meu no outro dia começou a gozar , porque eu disse "Peter Hernandez" e ele : oh si carinõ , coisas assim ._.
eu não tenho culpaaa de gostar tanto dele (a)

Tânia disse...

Claro que vou seguir :D
Não há cá agradecimentos para ninguém :n

ac disse...

o que não é normal é eu com 20 anos ter uma paixão platónica ahaha

ac disse...

só tens 13 ? :o

ac disse...

pensava :o

Catarina disse...

um dia farás certamente, eu farei quando for capaz :D

; mariana disse...

gostei.
obrigado querida :$
stay - miley cyrus

Bianca Pessoa disse...

que lindo *

ac disse...

muita gente , mesmo da minha família (é o cumulo ) acham sempre que tenho uns 14 ou 15 , por causa da minha cara ._.

ac disse...

aconteceu-me isso o Verão passado , quando fui passar o fim de semana ao sul com alguma família , estávamos nos a almoçar ... «Tens que idade ? » « Tenho 19 » « ai que eu pensava que tinhas uns 15/16» e eu cá para mim TÁÁÁ BEEEEEM ! xD

ac disse...

ah isso a mim nunca me aconteceu :b

ac disse...

ai eu ia ficar beeem irritada ._.

ac disse...

então nem devia ter importância :o

; mariana disse...

de nada (;

ac disse...

nem tenhas presa em crescer :x

ac disse...

porque a vida está muito complicada :x

ac disse...

infelizmente é :x

Hayley Nyya* disse...

Eu ainda estou no primeiro capítulo e estou a adorar! :D

Rita Pereira disse...

Gostei tanto :)
Tens muito jeito para escrever, continua! ♥

rafaela sofia disse...

Adoro esta historia*

Raqs disse...

Vou começar a ler a tua historia :)